Segunda, 24 de Janeiro de 2022
28°

Poucas nuvens

Barra Velha - SC

Dólar
R$ 5,49
Euro
R$ 6,22
Peso Arg.
R$ 0,05
Portugal POR-BILHAR/Euro

EURO DE POOL

Portugal fecha em grande, participação...

06/12/2021 às 20h34
Por: Rui Candeias Fonte: rc-a.barroso-ab.pt
Compartilhe:
EURO DE POOL

EURO DE POOL

Portugal fecha em grande, participação...

rc-a.barroso-ab.pt-06.12.21

POR-BILHAR/Euro

 

Portugal fecha euro de pool em grande... Terceiro ouro de Tinoco e bronze de Correia.

O português Jorge Tinoco (P. Ferreira) fechou esta segunda-feira com chave de ouro para Portugal os Campeonatos Europeus de Pool de Seniores (jogadores com mais de 40 anos), em Treviso (Itália), ao garantir o título individual na disciplina de ‘Bola 9’ – o seu terceiro no evento, após o concurso de singulares de ‘Straight Pool’ e da prova por Equipas (Portugal), ao vencer o espanhol Francisco Diaz-Pizarro por 8-4, adversário que nas meias-finais derrotara (6-8) Henrique Correia, ‘bronze’ na prova.

Terceira final de Tinoco – em cinco provas do evento organizado pela European Pocket Billiards Federation (EBPF) -, terceiro ouro: o protagonista dos Europeus.

Jorge Tinoco entrou no último dia dos Europeus e nos ‘oitavos’ em estilo, com inapelável 8-3 ao sueco Mahmut Mutto a apurá-lo nos ‘quartos’ e a uma vitória de garantir, também, medalha, diante de Panayiotis Petrou (Chipre do Norte). Outra batalha duríssima para o lisboeta, de 44 anos, mas há 33 anos radicado no Algarve (Lagos), que recuperou de 4-5 para vencer por 8-5 e garantir desde logo terceira medalha (em cinco provas) nestes Europeus, após o ouro no ‘Straight Pool’ e por Equipas (Portugal).

A perspectiva de um terceiro ouro adensou-se ainda mais quando, nas meias-finais, e já com ‘bronze’ assegurado, foi de 1-4 a 8-4 – sete partidas de rajada! – Para bater o norueguês Ronny Oldervik e marcar lugar na sua terceira final de cinco torneios do evento.

Na final, o comercial de doçaria regional algarvia entrou melhor e chegou a 2-0, e após, neste duelo ibérico, Pizarro encostar 1-2, foi até… 5-1, a 6-2 suportou a reação do espanhol, que venceu duas partidas de rajada (4-6) mas o 7-4 deixou ‘Tinouro’ a uma partida do melhor fim de festa possível em Treviso e uma prestação inesquecível na história do bilhar nacional. Extraordinária prestação, a recordar.

Henrique Correia de bronze após ouro por Equipes

Mas Portugal ainda sonhou com uma final 100 por cento lusitana, com Henrique Correia (Académica de Coimbra) na luta até às ‘meias’ da ‘Bola 9’, também. O vianense começou este último dia de prova em Trevido a bater de forma concludente (8-2) nos oitavos-de final o suíço Murat Ayas, e jogou os ‘quartos’ – já para garantir medalha de bronze, no mínimo, não há jogo de atribuição dos 3.º e 4.º lugares, todos os semifinalistas asseguram pódio - frente ao norueguês Didrik Vatne.

Um jogo em que Henrique Correia recuperou de forma sensacional, de 2-5 e 6-7, para vencer na ‘negra’ (8-7) e garantir, depois do ouro por Equipas (Portugal, com Manuel Pereira e Jorge Tinoco) uma segunda medalha sua nestes Europeus de Treviso. Foi de bronze, pois logo após, nas meias-finais, não resistiu ao espanhol Francisco Diaz-Pizarro (6-8).

No total, em cinco provas dos Europeus de Pool, Portugal conseguiu triplo ouro – Equipas (Henrique Correia, Manuel Pereira e Jorge Tinoco, e nos concursos individuais de ‘Straight Pool’ e ‘Bola 9’, estes dois últimos por Jorge Tinoco – e um bronze, com Henrique Correia nesta prova de singulares de ‘Bola 9’ masculina, onde competiram 75 jogadores. Quatro medalhas num balanço excecional dos lusos.

Segunda medalha para anglo-portuguesa Alexandra Cunha... e de ouro!

Num último dia de competição em cheio nos panos azuis em Treviso, na prova feminina de ‘Bola 9’, a anglo-portuguesa Alexandra Cunha, de 47 anos – lisboeta e criada em Sintra (Algueirão), emigrante em Norwich e a competir sob bandeira da Grã-Bretanha – defrontou nos ‘quartos’, e já para garantir a sua segunda medalha nestes Europeus, a italiana Cristina Moscetti.

Um jogo tenso, em que Alexandra esteve a vencer por 5-3, a jogadora do país anfitrião forçou a ‘negra’ (5-5) e foi apenas no parcial decisivo que Cunha garantiu a sua segunda medalha em Treviso, ao vencer (6-5).

Nas ‘meias’, coube a Alexandra Cunha defrontar a única jogadora que a derrotara (2-6), na fase preambular do concurso individual de ‘Bola 9’, a norueguesa Ine Helvik. E quando tudo parecia correr pelo pior (2-5), outra recuperação de fibra: quatro parciais de rajada e venceu na ‘negra’ (6-5), para marcar lugar na final ante a alemã Karin Michl, com a certeza de que, após o bronze em ‘Bola 10’, esta segunda medalha seria já prata… ou o desejado ouro.

A germânica entrou melhor na final, ainda em curso (0-2), a antiga atleta de FC Porto, Benfica e Sporting virou para 3-2 e a partir daí liderou sempre... para vencer a alemã por 6-4 e garantir segundo título europeu para nascidos em Portugal neste dia em cheio em Treviso. Um dia como não deve haver memória no pool nacional, para a anglo-portuguesa, que confessou a “A BOLA” «arrepiar sim, mas com o Hino nacional», a quem o 'God Save the Queen' «nada diz».

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Barra Velha - SC Atualizado às 19h29 - Fonte: ClimaTempo
28°
Poucas nuvens

Mín. 25° Máx. 32°

Ter 33°C 24°C
Qua 32°C 24°C
Qui 31°C 25°C
Sex 28°C 22°C
Sáb 27°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias