Terça, 07 de Dezembro de 2021
25°

Poucas nuvens

Barra Velha - SC

Dólar
R$ 5,65
Euro
R$ 6,35
Peso Arg.
R$ 0,06
Mundo ESP-Sociedade

PROSTITUIÇÃO

Primeiro-ministro quer criminalizar

20/10/2021 às 20h00 Atualizada em 20/10/2021 às 20h20
Por: Rui Candeias Fonte: rc-a.l.matias-tl
Compartilhe:
PROSTITUIÇÃO

PROSTITUIÇÃO NA ESPANHA

Primeiro-ministro espanhol quer criminalizar prostituição

rc-a.l.matias-tl-20.10.21

ESP-Sociedade

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, afirmou no último domingo que vai criminalizar a prostituição no país. O socialista afirmou que a prática escraviza as mulheres. A prostituição foi descriminalizada na Espanha em 1995.

Assim como ocorre com a descriminalização do aborto, a liberação do meretrício não fez com que a prática fosse reduzida, muito pelo contrário, segundo a BBC, em 2016 a ONU estimou que a indústria do sexo na Espanha valia 3,7 bilhões de euros (o equivalente a R$ 23,4 bilhões).

No Brasil, houve tentativa de descriminalizar a prática, em 2012. O autor do projeto foi então deputado Jean Willys (PSOL-RJ), por meio do PL 4211/2012 que tinha como objetivo a regulamentação da prostituição no país. A expectativa do ex-deputado era aprovar seu PL antes da Copa do Mundo, que ocorreria em 2014 e dos Jogos Olímpicos (de 2016) devido à espera de milhares de turistas no Brasil.

Jean Willys foi criticado, inclusive por pessoa de esquerda, por conta do PL. Na página oficial da Central única dos Trabalhadores (CUT), há um texto de 2013 com o título de “Mulheres da Cut são contra…” no texto há críticas ao projeto do ex-deputado. Uma das mulheres que criticaram a iniciativa do ex-psolista, foi prostitua durante 15 anos. Cleone Santos falou sobre a vida difícil das mulheres que vendem seus corpos para sobreviver. Segundo ela, a regulamentação da prática, apesar de parecer positiva, acaba por prejudicar as mulheres.

“Aos 30 anos, a mulher já é considerada velha pelos donos das casas e vai para a rua, ficar encostada nas paredes, nos pontos de ônibus, nas bancas. E ali passa o resto da vida. Aí vem uma pessoa querendo regulamentar e achando que está fazendo uma coisa boa. As mulheres não estão ali porque querem. Nos lugares onde (SIC) vou, não foi ela quem decidiu. Ela acorda pela manhã e está faltando comida e se não fizer um programa, por R$ 20, R$ 10, R$ 5, não vai ter dinheiro”, disse Cleone Santos.

Embora não seja legalizada a prática no Brasil, não é difícil ver nas redes sociais e em manchetes de jornais mulheres que fazem programas e se auto intitulam modelos. Outro caso é das sugar babies, geralmente mulheres jovens que se colocam sexualmente à disposição de homens mais velhos em troca de benefícios financeiros.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Barra Velha - SC Atualizado às 12h18 - Fonte: ClimaTempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 25°

Qua 26°C 17°C
Qui 26°C 16°C
Sex 28°C 17°C
Sáb 30°C 18°C
Dom 31°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias