Quarta, 12 de Maio de 2021 08:04
Brasil BRA-ESTÁDIO X SAÚDE

ANTES ESTÁDIO QUE SAÚDE

GOVERNO DO PARÁ REFORMA ESTÁDIO NA PANDEMIA

19/04/2021 19h12 Atualizada há 3 semanas
5.637
Por: Rui Candeias Fonte: rc-b.pieri-tl
ANTES ESTÁDIO QUE SAÚDE

ANTES ESTÁDIO QUE SAÚDE

GOVERNO DO PARÁ REFORMA ESTÁDIO NA PANDEMIA

rc-b.pieri-tl-19.04.21

BRA-ESTÁDIO X SAÚDE

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB-PA), vai investir aproximadamente R$ 150 milhões na reforma do Estádio do Mangueirão. A ordem de serviço para a obra foi assinada em 26 de fevereiro deste ano.

De acordo com os dados do próprio governo estadual, o orçamento previsto é de R$ 146.983.028,29. A capacidade de público também será ampliada para mais de 50 mil pessoas.

O chefe do executivo estadual inclusive já viajou ao Rio de Janeiro para uma reunião com membros da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), e manifestou o interesse de promover uma partida de futebol da seleção brasileira em 2022, na reinauguração do Estádio.

As obras foram anunciadas em meio à pandemia do vírus chinês e ocorrem enquanto o governador Barbalho é alvo de escândalos por possíveis irregularidades na gestão da crise sanitária.

Como noticiou o Terça Livre, Helder Barbalho foi alvo da Operação Para Bellum, da Polícia Federal, que apura fraudes na compra de respiradores pelo governo do Pará mediante dispensa de licitação.

A compra dos respiradores custou ao estado do Pará o valor de R$ 50.4 milhões. Desse total, metade do pagamento foi feito à empresa fornecedora dos equipamentos de forma antecipada, sendo que os respiradores, além de sofrerem grande atraso na entrega, eram de modelo diferente do contratado e inservíveis para o tratamento da Covid-19. Os aparelhos acabaram sendo devolvidos.

O Ministério Público do Pará (MPPA) já pediu o afastamento do governador por improbidade administrativa e a Justiça determinou na semana passada o bloqueio de bens que estão em nome de Helder Barbalho.

Neste domingo (18) o governo foi alvo de mais uma polêmica: dezenove respiradores foram encontrados no Hospital Abelardo Santos, em Belém, escondidos dentro de uma parede falsa.

Em entrevista ao Boletim da Manhã desta segunda-feira (19), David Mafra, paraense que por meio das redes sociais fez com que o caso dos respiradores escondidos ganhasse repercussão, falou sobre a reforma no estádio.

“Em plena pandemia, com pessoas morrendo, gente sem estrutura mínima para viver, o estado carente de quase tudo, o governador está investindo na reforma do estádio”, diz. “Para se ter uma ideia, temos a cidade de Ananindeua, perto de Belém, que tem apenas 2% de uma população de mais de 500 mil habitantes com acesso a esgoto. É segunda maior cidade do estado do Pará e apenas 2% da população têm acesso ao esgoto”, acrescentou Mafra.

O Terça Livre questionou o Governo do Pará sobre as obras e aguarda resposta.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Barra Velha - SC
Atualizado às 07h49 - Fonte: Climatempo
13°
Chuva

Mín. 13° Máx. 19°

13° Sensação
12.3 km/h Vento
95.2% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (13/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 21°

Sol com algumas nuvens
Sexta (14/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 21°

Sol com algumas nuvens
Ele1 - Criar site de notícias