Quinta, 06 de Agosto de 2020 22:13
Mundo ARG-COVID19

PESCADORES TESTAM POSITIVO APÓS 35 DIAS DIRETOS NO MAR

APESAR DE TESTAREM NEGATIVO ANTES DA PARTIDA DE BUENOS AIRES EM MAIO

18/07/2020 21h05
281
Por: Rui Candeias Fonte: rc – graciano
PESCADORES TESTAM POSITIVO APÓS 35 DIAS DIRETOS NO MAR

PESCADORES TESTAM POSITIVO APÓS 35 DIAS DIRETOS NO MAR

APESAR DE TESTAREM NEGATIVO ANTES DA PARTIDA DE BUENOS AIRES EM MAIO

rc – graciano – 18.07.20

ARG-COVID19

As autoridades de saúde Argentinas estão a tentar entender como quase todos os membros da tripulação de um navio que passaram 35 dias no mar haviam contraído o coronavírus ao retornar à terra.

Todos os 61 marinheiros a bordo da traineira, Echizen Maru, apresentaram resultado negativo para o vírus ao partir de Buenos Aires no final de maio.

Todos eles foram então levados de avião para Ushuaia, um ponto de partida típico para viagens antárticas apelidadas de “o fim do mundo”, onde ficaram em quarentena num hotel durante duas semanas antes de partirem.

Após semanas no mar, alguns tripulantes começaram a apresentar sintomas típicos do Covid-19 e, o navio voltou ao porto.

Todos, com exceção de quatro a bordo do navio, deram positivo quando retornaram, confirmaram as autoridades locais de saúde na província de Terra do Fogo na segunda-feira. Dois foram hospitalizados no Hospital Regional de Ushuaia, um dos quais está a receber oxigênio.

Agora, as autoridades estão a tentar entender como é que a doença chegou ao navio isolado.

“É difícil estabelecer como essa equipe foi infectada, considerando que durante 35 dias eles não tiveram contato com a terra seca”, disse à Agence FrancePress Alejandra Alfaro, diretora de atenção primária à saúde na Terra do Fogo. “Os suprimentos foram trazidos apenas do porto de Ushuaia”.

“[O vírus] entrou em algum lugar, temos que pensar que foi contato humano ou com mercadorias, produtos, suprimentos”, disse Alfaro à imprensa local na segunda-feira.

“Sabemos que, durante 35 dias, ninguém, ou qualquer novo input, tenha entrado no navio. Obviamente aconteceu algo, talvez tenha havido algum grau de contágio dentro do barco que não tenha sido registrado”.

Alfaro acrescentou que o surto pode ter sido exacerbado pela dureza e aclimatação dos pescadores a condições adversas, pois eles podem ter passado um tempo significativo com desconforto sem perceber ou reconhecer os sintomas.

Também é possível que o período de quarentena de duas semanas tenha sido insuficiente, com vários estudos a sugerir que em casos raros – aproximadamente um em cada 100 – o período de incubação pode estender-se além de 14 dias.

Mas, dado o período de tempo que os sintomas foram relatados a bordo, o chefe de doenças infecciosas do hospital, Leandro Ballatore, disse à AFP que acreditava que este é um “caso que foge de toda descrição nas publicações, porque não foi descrito em nenhum lugar um período de incubação por tanto tempo”.

Num comunicado, o ministro da saúde local Judit Di Giglio disse que, na quarta-feira as autoridades teriam os resultados dos testes”, o que nos permitirá saber quantos anticorpos os pacientes têm, de modo a saber se a infecção foi mais recente ou mais antiga”.

Até o momento, a Argentina identificou mais de 100.000 casos de coronavírus, com um número de mortos oficial próximo de 2.000.

Fonte: https://www.independent.co.uk/news/world/americas/coronavirus-argentina-fishermen-trawler-ushuaia-covid19-echizen-maru-a9621716.html

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (07/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (08/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias