Quarta, 12 de Agosto de 2020 20:05
Mundo GBR-COVID-19

ERUPÇÃO CUTÂNEA INDICADOR DE COVID19

CIENTISTAS LISTAM A ERUPÇÃO CUTÂNEA ENTRE OS PRINCIPAIS SINTOMAS

18/07/2020 20h52
241
Por: Rui Candeias Fonte: rc – graciano
ERUPÇÃO CUTÂNEA INDICADOR DE COVID19

ERUPÇÃO CUTÂNEA INDICADOR DE COVID19

CIENTISTAS LISTAM A ERUPÇÃO CUTÂNEA ENTRE OS PRINCIPAIS SINTOMAS

rc – graciano – 18.07.20

GBR-COVID-19

Uma erupção cutânea pode ser outro sintoma do coronavírus e, os cientistas estão aconselhando as pessoas a auto isolarem-se e a fazerem o teste se perceberem uma nova erupção cutânea.

Os pesquisadores dizem que entre outras, as “principais” erupções cutâneas características do covid ocorrem nos dedos das mãos e dos pés, podendo ocorrer na ausência de outros sintomas e, portanto, devem ser considerados ao diagnosticar o Covid-19.

Uma tosse persistente, febre e uma perda de olfato ou paladar, são também listadas pelo NHS entre os principais sintomas do vírus.

Usando dados do aplicativo Covid Symptom Study de cerca de 336.000 usuários regulares do Reino Unido, os pesquisadores do King’s College London descobriram que 8,8% das pessoas que testaram positivo para a doença haviam experimentado uma erupção cutânea como parte dos seus sintomas.

Isso foi comparado com 5,4% das pessoas com resultado negativo.

É importante que as pessoas saibam que, em alguns casos, uma erupção cutânea pode ser o primeiro ou único sintoma da doença. ~ Dr. Veronique Bataille ~

Foram observados resultados semelhantes em 8,2% dos usuários com erupção cutânea que não fizeram teste de coronavírus, mas ainda relataram sintomas clássicos do Covid-19, como tosse, febre ou anosmia.

Os autores do estudo escrevem: “Este estudo apoia fortemente a inclusão de erupções cutâneas na lista de sintomas suspeitos do Covid-19.

“Embora seja menos prevalente que a febre, é mais específico do Covid-19 e dura mais tempo.

“Uma maior sensibilização do público e dos profissionais de saúde sobre as alterações cutâneas do Covid-19 permitirá uma identificação mais eficiente de novos e anteriores aglomerados da doença”.

De acordo com uma pré-impressão do estudo, que não foi revisado por pares, 17% dos entrevistados com teste positivo para o coronavírus relataram uma erupção cutânea como o primeiro sintoma da doença.

E para uma em cada cinco pessoas (21%) que relataram uma erupção cutânea e foram confirmadas como infectadas com coronavírus, a erupção cutânea foi o seu único sintoma.

A principal autora, Veronique Bataille, dermatologista consultora do Hospital St Thomas e do King’s College London, disse: “Muitas infecções virais podem afetar a pele, por isso não é de surpreender que estamos a ver essas erupções cutâneas no Covid-19.

“No entanto, é importante que as pessoas saibam que, em alguns casos, uma erupção cutânea pode ser o primeiro ou único sintoma da doença.

Essas descobertas destacam a importância de manter-se atento a novas alterações na pele, como caroços, inchaços ou erupções cutâneas. ~Dr Justine Kluk ~

“Então, se você notar uma nova erupção cutânea, deve levar a sério o auto isolamento e fazer o teste o mais rápido possível”.

A dermatologista consultora Dra. Justine Kluk disse: “Essas descobertas destacam a importância de manter-se atento a quaisquer novas alterações na sua pele, como caroços, inchaços ou erupções cutâneas”.

A notificação precoce de erupções cutâneas associadas ao Covid por parte do público e o reconhecimento da sua importância por profissionais de saúde da linha de frente, como GPs, NHS 111 e funcionários do hospital, podem aumentar a detecção de infecções por coronavírus e ajudar a impedir a disseminação”.

As erupções cutâneas associadas ao vírus enquadram-se em categorias – erupção cutânea do tipo colmeia (urticária), erupção cutânea espinhosa ou do tipo varicela (erupção eritemato-papular ou eritemato-vesicular) e dedos das mãos e pés cobertos (frieiras).

A erupção cutânea do tipo colméia é um aparecimento repentino de inchaços na pele, que vêm e desaparecem rapidamente com o passar das horas e geralmente são muito pruriginosos.

Pode envolver qualquer parte do corpo e geralmente começa com coceira intensa nas palmas das mãos ou nas plantas dos pés e pode causar inchaço dos lábios e pálpebras.

Fonte: https://www.aol.co.uk/news/2020/07/15/skin-rash-should-be-considered-key-symptom-of-coronavirus-say-s/?guccounter=1

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
OMS e Saúde Mundial
Sobre OMS e Saúde Mundial
16°
Muitas nuvens

Mín. 12° Máx. 18°

16° Sensação
7.6 km/h Vento
84.7% Umidade do ar
80% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (13/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (14/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 22°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias